TJGO. Juiz manda recolher cachorro com leishmaniose

O juiz Fabiano Aragão de Fernandes, da 2ª Vara da Fazenda Pública Municipal, concedeu liminar em favor da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, autorizando a  apreensão da cadela Chiquinha, contaminada por leishmaniose visceral canina. A intenção da Secretaria era submetê-la à eutanásia, mas a medida só trata do recolhimento do cachorro ao Centro de Zoonoses do Departamento Municipal de Vigilância e Saúde Ambiental de Goiânia, onde deverá ser mantido vivo até decisão de mérito.
O magistrado entendeu que há risco à coletividade e possibilidade de disseminação da doença, constatada por exames realizados pelo Laboratório Lacen de Goiás. No entanto, o juiz oportunizou à proprietária da cadela, Sílvia Porongaba Barbosa, o exercício de seu direito de defesa, razão pela qual não determinou a execução do animal da raça Poodle. De acordo com os autos, Sílvia se recusou a entregar Chiquinha à Vigilância, o que motivou a ação de busca e apreensão. A decisão é do dia 13 de março. (Texto: Aline Leonardo – Assessoria de Comunicação do TJGO)

var gaJsHost = ((“https:” == document.location.protocol) ? “https://ssl.” : “http://www.”); document.write(unescape(“%3Cscript src='” + gaJsHost + “google-analytics.com/ga.js’ type=’text/javascript’%3E%3C/script%3E”)); try { var pageTracker = _gat._getTracker(“UA-6872079-3”); pageTracker._trackPageview(); } catch(err) {}

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s